CUIDADOS AO CONTRATAR DJ

PARA SEU EVENTO

 

Em eventos que abrem espaço para música ou qualquer tipo de entretenimento o ideal é contratar um DJ. Se pararmos para pensar, a presença desses profissionais está se tornando cada vez mais comum em qualquer que seja o tipo da festa. O fato é que contratar um DJ exige praticamente os mesmos cuidados que devem ser tomados na contratação de qualquer outro profissional envolvido. Se você está em busca desse profissional e ainda tem dúvidas de como proceder, esse artigo vai te mostrar como contratar DJ para seu evento.

 

6 DICAS AO CONTRATAR DJ PARA O SEU EVENTO

 1. Experiência

Pesquise o tempo de atuação do profissional e o tipo de festas que ele costuma animar. Ele trabalha sempre com os mesmos repertórios ou costuma variar?

 

Se o evento é um casamento o ideal é buscar por DJ que sempre – ou na maioria das vezes – trabalhou com esse tipo de festa. O mesmo vale para aniversários, baladas e formaturas. A experiência desse profissional pode estar detalhada em um site ou até mesmo em seu currículo.

 

2. Equipamento

 Verifique com qual equipamento ele trabalha e se possui o próprio equipamento. Caso não possua, será preciso pesquisar com o DJ qual tipo de mídia é utilizado e investir no aluguel. É preciso verificar com antecedência, afinal, mesmo que o custo do profissional seja mais barato, o aluguel dos equipamentos pode tornar o entretenimento mais caro. Cuide para que no final o barato não acabe saindo mais caro.

 

3. Conheça o profissional

 Em alguns casos a negociação toda é feita através de um terceiro, no entanto é interessante conhecer o profissional responsável pela animação do seu evento. Comente com ele o que é o evento e o que gostaria que acontecesse. Até mesmo para ver se acontece aquela empatia entre contratante e contratado. Já imaginou que fiasco um DJ de mau humor animando – ou tentando – uma festa?

 

4. Disponibilidade

 Nem sempre os DJ fazem um único evento no dia. Procure se informar sobre a disponibilidade, afinal se a festa for um sucesso e se estender até mais tarde será preciso que o DJ continue a tocar. Outro fator envolvido na disponibilidade é que se ele estiver em algum evento antes do seu poderão haver atrasos na montagem do equipamento. Seria interessante conseguir reservar o dia exclusivamente para o seu evento.

 

5. Repertório

 Qual o repertório com que o DJ trabalha? Cada evento exige uma variedade diferente de músicas. Ele possui um repertório eclético ou segue apenas um padrão de músicas? O melhor é optar por um profissional que trabalhe com um estilo mais eclético.

 

Em um casamento, por exemplo, temos um público variado que vai desde os pais dos noivos até crianças da família, será preciso que as músicas atendam a todos e principalmente não tenham nenhum conteúdo que possa ser inadequado para alguém. Já em uma festa de formatura é preciso músicas mais animadas e jovens. No caso da formatura optar por um DJ que trabalhe apenas com música eletrônica não seria um problema.

 

6. Preço

 Nada muito caro, nem muito barato. Escolha algo equilibrado e que esteja o mais próximo possível do que você busca. Negocie a possibilidade de estender o horário da festa e a forma de pagamento. Antes de escolher é interessante analisar no mínimo três propostas diferentes e não se esqueça de averiguar se o preço do equipamento está incluso.